Por que alimentos antioxidantes são importantes?

Os alimentos antioxidantes possuem papel fundamental em nossa saúde. Eles protegem as células sadias do organismo contra a ação dos radicais livres, que são moléculas altamente instáveis, que quando estão em excesso, passam a oxidar células saudáveis, como as proteínas e lipídios, ocasionando doenças como a obesidade, o diabetes e a hipertensão.

Para que isso não ocorra, é necessário manter uma dieta balanceada que inclua a ingestão de alimentos antioxidantes. Confira alguns exemplos:

Quais alimentos antioxidantes consumir?

Os tipos de antioxidantes mais comuns são a vitamina E, vitamina C, selênio, manganês, enxofre e zinco. Podem ser encontrados nos seguintes alimentos:

  • Couve, brócolis, rabanete e couve-de-bruxelas – Ricos em enxofre;
  • Laranja, limão, acerola, mamão, goiaba – Ricos em vitamina C;
  • Amêndoas e abacate – Ricos em vitamina E;
  • Coentro, fígado, gengibre, amoras , salsa, cravo, orégano, tomilho e jabuticaba – Ricos em selênio;
  • Outros alimentos antioxidantes: aveia, azeite de oliva, linhaça, abacaxi, melão, peixes como salmão, sardinha e atum.

Os benefícios dos alimentos antioxidantes

O consumo de alimentos antioxidantes combatem o excesso de radicais livres. É importante ressaltar que eles não fazem mal ao organismo quando estão controlados e são responsáveis por fornecerem energia para o corpo. Os antioxidantes também retardam o envelhecimento, previnem doenças e melhoram a saúde da pele.

O corpo já produz por si só os agentes antioxidantes, mas fatores como poluição ambiental, fumaça de cigarro, consumo de álcool, estresse, raios ultravioletas, entre outras coisas, afetam nosso sistema imunológico, deixando-o fraco. Isso faz com que a produção dos antioxidantes naturais caia.

Agora que você já sabe a importância dos alimentos antioxidantes para o organismo, não deixe de procurar seu gastroenterologista no Rio de Janeiro para confirmar a necessidade de ingestão diária desses agentes. Até a próxima dica!

Como a atividade física pode ajudar na digestão

Realizar atividade física é sem dúvidas uma das melhores coisas para o corpo humano. Quando você exercita o seu corpo, os benefícios são visíveis rapidamente. Sua disposição aumenta, seus músculos se fortalecem, sua postura fica mais alinhada, o estresse diminui e seu metabolismo começa a funcionar mais rápido, favorecendo o emagrecimento. Mas o que pouca gente sabe é que a atividade física pode ajudar na digestão.

Os exercícios físicos auxiliam na passagem dos alimentos pelo intestino de forma mais eficiente, acelerando a condução do bolo alimentar e futura evacuação. Tudo flui de forma mais ágil e sem complicações. Se você sofre de intestino preso, exercitar-se pode ser uma alternativa saudável para melhorar esse problema. Caso o problema seja os gases, focar em séries específicas para o abdômen ajuda a diminuir a flatulência.

Você sabia que o sistema gastrointestinal também está diretamente ligado ao estresse? Quando você está ansioso, com raiva ou com princípio de depressão, os músculos do abdômen se contraem, dificultando a digestão e favorecendo casos de doenças gastrointestinais.

Problemas na digestão durante a atividade física

Assim como a atividade física pode ser boa para a digestão, ela também pode causar problemas se for realizada no momento errado. Evite comer 1h antes dos exercícios e consuma, de preferência, alimentos leves que forneçam energia. Caso a refeição seja muito próxima da prática, podem ocorrer episódios de vômitos e desconforto gástrico.

Durante a atividade física, o sangue é direcionado para as partes do corpo que mais precisam da circulação sanguínea, diminuindo consideravelmente a potência que ajudaria na digestão, tornando-a mais lenta. Ficar sem comer antes dos exercícios também não irá resolver o problema, pois o corpo precisa de nutrientes para retirar a energia exigida pelas atividades. A má alimentação pode ocasionar desmaios e quedas de pressão.

Exercícios físicos que ajudam na digestão

  • A prática da Yoga é excelente para quem tem tireoide, pois faz com que o metabolismo trabalhe mais rápido e atribua um funcionamento melhor ao trato digestivo;
  • Os alongamentos massageiam os órgãos internos e auxiliam na passagem dos alimentos com mais facilidade;
  • Os abdominais ajudam a diminuir as flatulências.

Curtiu as dicas? Não deixe de realizar atividades físicas, ok? Procure seu médico especialista e saiba qual a melhor forma de se exercitar, a frequência recomendada, a alimentação necessária etc. Para assuntos referentes ao sistema digestivo, consulte nossa clínica de gastroenterologia no Rio de Janeiro.

O que são probióticos?

Os probióticos são bactérias benéficas ao organismo que atuam na absorção dos nutrientes e facilitam a digestão. Vem do grego pró-vida, que reforçam o seu sistema imunológico e fazem com que os agentes de defesa estejam sempre em ação. Quando a ingestão de probióticos é baixa ou quando a flora intestinal sofre um desequilíbrio devido à má alimentação, as bactérias ruins conseguem habitar o intestino, deixando-o vulnerável a doenças.

Alimentar-se bem é fundamental para manter o organismo em ordem. Confira alguns dos benefícios de consumir uma dieta rica em probióticos:

Os benefícios dos probióticos

  • Previne contra doenças como doença de Chron, síndrome do intestino irritável, colite, câncer de intestino, entre outras;
  • Favorece uma melhor digestão, evitando aazia;
  • Ajuda na absorção dos nutrientes;
  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Melhora a digestão da lactose. Se você tem intolerância, pode ser uma boa alternativa.

Alimentos ricos em probióticos

Alimentos como iogurte natural, coalhada, leite fermentado, chucrute e alguns tipos de queijos são ricos em micro-organismos vivos. Consulte seu gastroenterologista no Rio de Janeiro e verifique a quantidade diária necessária. O iogurte pode ser um ótimo acompanhamento para frutas e cereais.

Probióticos lactobacilos

Os lactobacillus são bactérias presentes no intestino delgado, responsáveis por produzir vitaminas e manter o equilíbrio bacteriano da região. Eles ajudam também a melhorar a flora intestinal e o sistema imunológico. Probióticos como esse podem ser encontrados em bebidas fermentadas e não devem ser encarados como bebidas somente para crianças. A ingestão dos lactobacilos é excelente para o bom funcionamento do organismo e deve ser consumido por pessoas de todas as idades.

Os probióticos são muito importantes para a manutenção da sua flora intestinal, então, não deixe de inseri-los em sua alimentação, ok? Até a próxima dica!