Alimentos que minimizam a prisão de ventre - Mulher com as mãos na barriga em torno do umbigo | Instituto Digestivo

Alimentos que minimizam a prisão de ventre

A prisão de ventre é um desconforto que pode ser causado por diversos fatores como a má alimentação e a digestão lenta, que acarretam na dificuldade em evacuar, evacuação incompleta, fezes endurecidas e em problemas mais graves como sangue nas fezes. Inclusive, já falamos aqui no blog sobre como melhorar a digestão. Tudo o que o corpo não precisa absorver se transforma em bolo fecal, que é empurrado para fora do organismo por meio de contrações musculares da parede intestinal.

Quando essas contrações são pausadas ou não estimuladas como, por exemplo, tentar defecar todos os dias no mesmo horário, pode ocorrer o acumulo de alimentos não digeridos no intestino e, consequentemente, o endurecimento das fezes.

Como evitar a prisão de ventre

A melhor dica para evitar a prisão de ventre continua sendo beber bastante água. 80% das fezes são compostas por ela, logo, quanto menos água você beber, mais endurecidas serão. O excesso de bebidas com cafeína e alcoólicas causam a desidratação, portanto, se você tem histórico de prisão de ventre, seja cauteloso com elas.

Outra alternativa é a ingestão de alimentos ricos em fibras, como vegetais e legumes crus, frutas (de preferência com casca), cereais integrais como a aveia, sementes como linhaça e chia e também iogurtes. Também já falamos sobre a importância das fibras para o funcionamento do intestino.

A sua alimentação pode ser uma ótima aliada para evitar problemas digestivos. Mamão (leia sobre os benefícios do mamão para a saúde), laranja, ameixa e abacate, por exemplo, funcionam como laxantes e ajudam até a emagrecer. Essas frutas apresentam uma grande quantidade de fibras, que aceleram o trânsito intestinal e favorecem a formação das fezes.

Alimentos que causam a prisão de ventre

Assim como existem alimentos que minimizam a prisão de ventre, existem aqueles que a causam. Não é nenhuma novidade que alimentos ricos em açúcares, como refrigerantes, bolos, doces e biscoitos recheados são prejudiciais à saúde se consumidos em excesso. Além disso, eles também causam a prisão de ventre. Outros alimentos como comidas congeladas, fast-foods, carnes processadas, como a linguiça, e frituras em geral também geram má digestão. Não é que seja proibido comê-los, mas nada em excesso faz bem! Reduza esse consumo, ok?

Caso o problema continue após nossas dicas, procure seu gastroenterologista no Rio de Janeiro para exames ou recomendações médicas detalhadas. A equipe do Instituto Digestivo agradece a sua preferência!